Antigua e o incrível hotel El Convento

Quem acompanha a gente viu que passamos uma semana maravilhosa na Guatemala, país da América Central que nos surpreendeu e muito, o primeiro post dessa viagem com o nosso roteiro já está no ar (confira aqui) e hoje falaremos especificamente das três noites que passamos em Antigua no delicioso El Convento Boutique Hotel (reserve aqui).A cidade de Antigua está localizada a apenas uma hora de carro do aeroporto internacional da Cidade da Guatemala, mas fora dos horários de pico como o que chegamos, este caminho pode ser feito tranquilamente em quarenta minutos. O próprio hotel foi nos buscar e este serviço custa em torno de 50 dólares, dependendo do número de pessoas. Existem também opções de vans compartilhadas em horários pré-determinados, encontramos o telefone do Senhor Carlos no site da Lalá Rebelo, blogueira de viagem que fez o mesmo roteiro que nós alguns meses antes e que usamos de inspiração em muitas das nossas aventuras.

O telefone dele é +502 4139-7438 e vocês podem mandar whatsapp que ele responde com orçamento do melhor tipo de transporte para a sua viagem e do que você está disposto a pagar. Também usamos este contato para o transfer que precisamos para ir ao Lago Atitlán, na segunda parte da viagem. Tudo correu como combinado e o pagamos em espécie no dia do primeiro serviço.

Ficamos hospedados no excelente El Convento Boutique Hotel no quarto Bella Época, cada um dos vinte e poucos quartos da propriedade tem um nome. O nosso era lindo, com cada detalhe desde a porta feita à mão, até os amenities para a jacuzzi externa, passando por um mimo diariamente colocado no quarto antes da hora de dormir e a cama mais confortável da vida, era muito difícil sair dela pela manhã. Além de tudo isso, tínhamos uma entrada privativa para o quarto que tinham um lago, pedras e uma cascata, mais relaxante impossível!Optamos pelo café da manhã incluído na diária, e ele é á la carte, com opções bem internacionais como o continental e o americano, mas também era possível degustar pratos típicos da Guatemala com feijão preto, tortilhas de milho e muitos condimentos. O serviço do restaurante é impecável e acabamos fazendo várias outras refeições por lá, tudo muito saboroso.

Para os que são fãs de gastronomia, o hotel oferece também um Culinary Tour com o próprio chef do hotel (depois faremos um post sobre isso) que é muito interessante para conhecer os ingredientes típicos do país, entender a importância da sustentabilidade em fazendas locais e de quebra provar um menu delicioso no jantar. Não deixem de agendar quando estiverem por lá.Outra coisa legal quanto ao serviço do hotel é que você pode solicitar que sua comida seja servida em qualquer lugar, como á beira da piscina em uma mesinha que é puro charme ou até mesmo dentro da sua suíte, a nossa tinha um jardim externo com piscina que rendia uma noite muito romântica.

Quanto à sua localização, o hotel está localizado dentro da parte histórica de Antigua, a mais charmosa, e de lá tudo pode ser acessado a pé. Por exemplo, os famosos arcos da cidade estão a apenas três quadras, e a própria rua do hotel tem um visual de tirar o fôlego com direito a vulcão.A cidade, como dito antes, pode ser conhecida inteira a pé, e acreditamos muito que esta seja a melhor forma de ter contato com seus doces habitantes, que sempre nos recebem com um sorriso no rosto e querem saber de onde viemos. A cultura indígena e a forte influencia maia pode ser sentida nas coloridas mulheres que caminham pelas ruas da cidade vendendo suas obras de arte em forma de roupas, pulseiras e outros artesanatos.Não costumamos nos apegar aos pontos turísticos quando vamos conhecer um destino novo, ainda mais quando eles são cidades coloniais que escondem seu charme em cada canto, em uma portinha ou naquele lugar que não está no mapa. A melhor forma de conhecer Antigua é assim, despretensiosamente caminhando por suas ruas de pedra; caminhando também pode ser uma boa escolha frente aos tuk-tuks que invadem a cidade e tem um ótimo custo-benefício frente aos táxis, mas o conforto está longe de ser uma prioridade, pelas ruas serem de pedra, é difícil conseguir ficar parado dentro deste pitoresco meio de transporte.

Mesmo não tendo um roteiro pré definido, existem pontos da cidade que você com certeza vai passar como a belíssima fachada da igreja de La Merced, a praça principal, os arcos de Santa Catalina, o mercado de artesanatos, entre tantas outras coisas; Vale lembrar que a cidade é considerada pela Unesco Patrimônio Mundial desde 1979.Outro passeio que muitos turistas fazem quando visitam a cidade é o tour de meio dia para o vulcão em atividade Pacaya. O vulcão é um dos três que cercam a cidade de Antigua e você pode fazer trekking de algumas horas para vê-lo em todo seu esplendor lá do alto e também sentir sua força, ele está super ativo.

Onde comer frente a tantos restaurantes charmosos na cidade pode parecer uma pergunta difícil, ainda mais quando todos indicam provar a comida tradicional deles nos restaurantes mais simples, frequentados pelos locais. Visitamos ótimos lugares, o nosso favorito, o restaurante do nosso próprio hotel, o El Convento, muito bem recomendado e aberto desde de manhã até o fim da noite; outra opção quando o assunto é comida guatemalteca e um ambiente muito agradável é o charmoso Los Tres Tiempos (clique aqui). Para drinks ao fim da tarde e comida mexicana farta visitamos o interessante Frida’s (clique aqui); ouvimos falar muito bem também do Café Sky, mas este não tivemos tempo de visitar, o por do sol parece ser incrível visto de lá. Por último, o simpático chef Kenny Ardana do hotel em que estávamos hospedados nos disse que seu lugar favorito para um jantar em Antigua era o Bistro Cinq (clique aqui), teremos que voltar para provar estas delícias.Algumas dicas em uma visita a cidade de Antigua e a Guatemala em geral: troque dinheiro nos bancos e não nas casas de câmbio, as filas são maiores mas o valor compensa e muito. Outra dica preciosa é a arte de pechinchar, os valores fora das lojas pode variar muito de acordo com o valor que você oferece e a quantidade do mesmo produto que você queira levar, os próprios vendedores baixam os preços quando percebem que o valor está um pouco alto.

Ainda no assunto compras, é difícil não enlouquecer quando o assunto são os tecidos vivos e coloridos das roupas, dos jogos de mesa, das bolsas e sapatos vendidos pelos mercados e ruas de Antigua. Compramos muita coisa de ótima qualidade por preços muito razoáveis, é só realmente ter paciência e pechinchar; mas uma das coisas mais graciosas que encontramos por lá são as bonecas Quitapenas, pequenas bonequinhas que vem em uma bonita e colorida caixinha juntamente com a lenda de que podem levar seus problemas embora, trouxemos estoque para o Brasil como garantia de uma lembrança única e que ganha o coração dos familiares. Muito fofas!A cidade é segura e por nenhum momento nos sentimos inseguros, mas vale sempre prestar atenção com quantidade de dinheiro em espécies, com não andar sozinho por partes mais escuras ou afastadas da cidade, enfim, aquelas mesmas indicações que usamos no nosso dia a dia no Brasil.Todas as fotos deste post foram tirados dentro do hotel El Convento que conta com restaurante, piscina, spa, sala de leitura, terraço e muitos cantinhos encantadores para fazer da sua estadia um sonho.

Por fim, achamos que é quase impossível não gostar de Antigua e se deixar levar por seu charme colonial com cara de cidade do interior. A cidade tem bons restaurantes, hotéis e atrações que garantem que o tédio vai passar longe de seus dias por lá, mas ao mesmo tempo não tem o trânsito e aquela pressa dos destinos mais visitados das Américas, tornando-se assim um destino pra lá de interessante para famílias, para casais em escapadas românticas ou até mesmo para viajantes solos. Adoramos a cidade, e o hotel foi sem comentários, com serviço de primeira e aquela sensação de que se está hospedado em um oásis. Voltaremos com certeza e esperamos que cada vez mais brasileiros se deixem encantar pela América Central e todas as suas agradáveis surpresas. Até logo, Antigua, até breve, Guatemala!

Comments

comments

Maria Alice & Rafael
hello@fastencitybelt.com.br

Um casal apaixonado pela aventura de ver o mundo com outros olhos, fotografar por outros ângulos e passear por lugares óbvios em busca do incomum. A ideia do site nasceu da união da profissão do Rafael como fotógrafo e das oportunidades de viagem que os estudos da Maria Alice proporcionaram, somado as viagens que sempre fizemos como hobby.